MÚSICA NOVA – 16/01/2018

SOFI TUKKER feat. NERVO, THE KNOCKS & ALISA UENO – “Best Friends”

 

28 de Dezembro, 2017.

 

Acabei de adentrar uma loja de produtos de Gana em Dusseldorf, terra do Kraftwerk.

Em meio a produtos numa cidade desconhecida, o boom box começa a tocar.

Exótico, inesperado. Uma coalizão Pop transnacional. Rihanna não segura esse vocal.

Colisões digitais em tempo real.

 

December 28, 2017.

 

I have just arrived at a Ghanian store in Dusseldorf, of Kraftwerk fame.

Unknown city and its strange currencies. Suddenly, the boom box plays on.

Exotic. Unexpected. A transnational Pop coalition. Rihanna cannot handle those vocals.

Digital collisions in real time.

 

 

30 SECONDS TO MARS – “Walk on Water”

 

29 de Dezembro de 2017, 09 e 12 de Janeiro, 2018

 

Nunca dei bola para Jared Leto.

Sua homenagem à América diversa sufocada por Trump me lembra a Europa.

Procuro um cadeado no Marais, Paris.

A próxima parada é a Pont-Neuf e a destinatária, Nataly.

Não seria no BHV, seria no dia seguinte. E o refrão incessante.

Passei a tarde na Karstadt, Dusseldorf. Segundo dia.

Estou perdendo as compras e as horas. O refrão está lá.

Na pequena Cardano al Campo, o sol sempre brilha na TV.

Depois de descobrir Jared, toca Cranberries.

Já ouvi milhares de vezes, não lembro qual.

All the promises we made“…

Voltei em silêncio.

 

December 29 2017, January 09 and 12, 2018

 

I never gave Jared Leto a damn.

His tribute to diversity in America trumped by its president brings me to Europe.

I am looking for a lock in Marais, Paris.

Next station is Pont-Neuf, destination Nataly.

It would not be BHV, it would the day after. And the chorus goes on.

I spent the noon in Karstadt, Dusseldorf. Day 2.

I’m losing my acquisitions and some time. The chorus already there.

In the small town of Cardano al Campo, sun always shines on TV.

After finding out Jared, Cranberries.

I listened to them a million years, but this one is confusing me.

All the promises we made“…

Silence bounces back.

 

 

DPR LIVE – “Martini Blue”

 

06 de Janeiro, 2018

 

Uma freira ri no outro banco. O TGV segue a toda para Metz.

Uma moça francesa imita o penteado de Simone de Beauvoir.

O moço de óculos fala sobre Merkel e Macron. A freira ri.

O olhar se perde nas infinitudes de plantações e acidentes.

Uma adolescente senta ao lado, lê sobre Carla del Ponte.

Decisão tomada, o segredo segue das pontes de Estrasburgo.

A freira abre seu IPhone e aparece “Martini Blue“.

Achei que era Demi Lovato.

Hum hum hum hum hum.

 

January 06, 2018

 

On the other bench, a laughty nun. TGV keeps on to Metz.

A French girl emulates Beauvoir’s haircut.

The guy in glasses speaks on Merkel, Macron. Laugh goes on.

I lose sight of endless plantation and geography.

Besides, a teenager reads Carla del Ponte.

Decision made, secrets stemming from Strasbourg bridges.

The nun lights on her Iphone and voilá, “Martini Blue“.

I thought of Demi Lovato.

Hum hum hum hum hum.

 

 

ARCADE FIRE – “Chemistry”

 

09 de Janeiro, 2018

 

Costumavam ser uma banda do coração, agora apenas mais uma que parle français.

O cadeado na BHV não satisfaz, e vou em busca dos chineses. Estão em todo lugar.

Rodopio pelas grandes marcas do Hôtel de Ville, me dirijo ao mau gosto do Centre Pompidou.

Distâncias não atrapalham a química. Não dá para negar.

Don’t say a prayer for me now. I save it for the morning after. 

 

January 09, 2018

 

They used to be a beloved band, now just another one speaking French with Canadian accents.

BHV locks are not enought, I resort to everywhere Chinese.

Turnaround global brands in Hôtel de Ville, afterwards dull pipe dreams in Centre Pompidou.

Distances don’t sweat the chemistry. You can’t deny.

Don’t say a prayer for me now. I save it for the morning after. 

 

 

A$AP FERG feat. NICKI MINAJ – “Plain Jane (Remix)”

 

31 de Dezembro, 2017

 

Na beira rio, restaurante fashionista: blogueiros, influenciadores.

Neon azul, “Plain Jane (Remix)” na caixa, bebem o ouro do Reno.

Estupefação, euforia forçosa. Hiperatividade em câmera lenta.

Num lugar onde acabei de chegar: Wiesbaden.

Procurando um lugar para passar os próximos minutos que restam.

No meio, próximo de uma velha praça com monumentos e sereias.

Por fim, opto por um bar Blade Runner que toca Massive Attack.

20 minutos no ano novo, o casino retorna. Bebendo silêncio.

Sem sinais de alívio, termino meu vinho e vou dormir.

Vocais sorumbáticos de Nicki não são responsáveis.

 

December 31, 2017

 

By the riverside, fancy bistro for bloggers and digital influencers.

Blue neon, “Plain Jane (Remix”) plays on, drinks the Rhein’s gold.

Bemusement, a forceful euphoria. Slow motion hyperactivity .

In a place I just arrived, Wiesbaden.

Looking for a place to spend the next few minutes of this.

In the middle, close to a silent square with siren antiquities.

Eventually I set for a Blade Runner bar with Massive Attack.

20 minutes into 2018, casino bounces back. Silent drinking.

No sight no relief, I go about my wine, then back to sleep.

Narcotic Nicki Minaj, not your fault.

 

 

Carlos Frederico Pereira da Silva Gama

But you’re going to have to hold on. Hold on…

1 thought on “MÚSICA NOVA – 16/01/2018”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rating *